YouTube


Visite o Canal Estudando Línguas e Temas Diversos (Powered Leco) e assista nossas videoaulas




quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Leitura em papel e leitura digital



Antes de entrar nos detalhes sobre nosso estudo, convém lembrar que, hodiernamente, existem dois modos de praticar a leitura:

1. Leitura em papel

2. Leitura em meio digital, no computador ou em um leitor de livros.

Não vamos analisar os prós e contras de cada um desses modos de leitura, pois existem muitas variáveis que são consideradas, individualmente, no momento da escolha pelo leitor, mas vamos ousar contrariar Umberto Eco (Não contem com o fim do livro) e dizer que a leitura em papel está com seus dias contados.

Quem aguenta ler um livro de 300 páginas pesando quase meio kilo, com muitas palavras desconhecidas, por mais de 5 horas, enquanto é possível ler esse mesmo conteúdo em um leitor digital, leve e com acesso instantâneo a um dicionário que pode ser usado para esclarecer suas dúvidas em relação ao significado das palavras?

Realizar a leitura em papel seria aceitável, se os leitores digitais não estivessem sendo vendidos a preços ridículos, às vezes, mais baratos até que um livro novo, em papel.

As pessoas estão percebendo essa facilidade cada vez mais e estão usando seus tablets para realizar suas leituras, confortavelmente e em qualquer local (ônibus, carro, lotação, etc.).

Portanto, não tenha medo: invista em você adquirindo um leitor de livros digitais qualquer e seja feliz.

Agora o que falta é material digitalizado para ser usado por estas pessoas carentes de conhecimento, falta esta que é decorrente da legislação obsoleta que regula os direitos autorais.

Tudo seria diferente se estivéssemos no planeta desconhecido Tlön, onde Borges nos informa que:

Nos hábitos literários é também todo-poderosa a ideia de um sujeito único. É raro que os livros estejam assinados. Não existe o conceito do plágio: estabeleceu-se que todas as obras são obra de um único autor, que é intemporal e é anônimo. A crítica costuma inventar autores: escolhe duas obras dissimiles – o Tao Te King e as Mil e Uma Noites, digamos –, atribui-as a um mesmo escritor e logo determina com probidade a psicologia desse interessante homme de lettres...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dicas de Livros Digitais

Estudando Línguas e Temas Diversos

Livros.myht.org - Útimas Noticias