quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Desenvolvimento mental



A maioria das pessoas diz que não gosta de ler, porque ler provoca sono.

Na verdade, não é a leitura que dá sono, mas sim o modo como a leitura é realizada.

Devido ao modo como aprenderam a ler, as pessoas adquirem hábitos prejudiciais de leitura.

Veja abaixo alguns deles:

1. Subvocalização -  realiza a leitura com os lábios e/ou com a garganta;

2. Leitura linear - lê palavra por palavra, e quando não a entende, abandona a leitura e vai para o dicionário. Quando retorna, não lembra o que já leu ou sobre o quê estava lendo;

3. Leitura desatenta - constantemente realiza a releitura do mesmo trecho e, desta forma, com estas paradas, sua retenção do texto lido é muito baixa.

Decorre disso que, as pessoas acabam se acostumado a ler pouco e, portanto, adquirem o entendimento de um pequeno vocabulário.

Basta surgir uma palavra desconhecida para se sentirem desconfortáveis e abandonarem o texto.

É mais cômodo dizer eu não gosto de ler do que ir adiante e continuar lendo, deixando o entendimento do vocábulo para depois; vocábulo que, muitas vezes, será entendido ou explicado na sequência do texto.

Portanto, devemos eliminar as regressões e releituras conscientes ou inconscientes, pois normalmente, 30% do nosso tempo de leitura é gasto com releitura do que acabamos de ler.

Para melhorar sua velocidade de leitura, é preciso resistir ao impulso de voltar a ler as frases já lidas.

Por último lembre-se que você pode sentir sono quando lê devido a causas físicas, ou seja, se você não estivesse lendo sentira sono da mesma forma.

Neste caso, saiba que você tenha o hábito de deve ler sempre em horários regulares e nunca após as refeições, tudo isso respeitando os horários de destinado ao sono (entre 6 a 7 horas).

Disso tudo, é possível dizer que existem, pelo menos, dois motivos básicos pelos quais lêmos errado:

 O modo como aprendemos a ler;

 Ler de modo inconstante, sem ter o hábito.

Na verdade, um decorre do outro: você lê pouco, devido ao modo como aprendeu a ler.

É claro que isto não significa que você não saiba ler; isto significa apenas que foi imposto um limite à sua velocidade de leitura quando de sua aprendizagem, limite este que você jamais tentou superar.

Quando se ensina uma criança a ler, as palavras são divididas em sílabas, para facilitar a aprendizagem da leitura.

Além disso, as palavras são lidas em voz alta, sílaba por sílaba.

Infelizmente, depois de aprendida a leitura, a maioria das pessoas continua a ler fazendo esta vocalização das palavras, mesmo que silenciosamente.

Na verdade, a vocalização é o maior obstáculo à leitura rápida.

Para aprender a ler dinamicamente, de um modo veloz e produtivo, você deve então mudar o seu método de leitura.

Isto só será possível conseguir com um muito treinamento, com muita leitura, afinal, como qualquer outra atividade, ler bem e rapidamente exige tempo e trabalho.

Já damos alguns passos iniciais importantes e agora você sabe da importância de:

ter claras as intenções de sua leitura, os objetivos para os quais ela vai ser empreendida;

preparar-se adequadamente para essa tarefa;

identificar a fonte, o título e o papel do contexto, antecipando informações a respeito do conteúdo;

Conhecendo estes recursos, você deixará de ser um leitor ingênuo e terá uma participação ativa, o que irá transformar a sua leitura distraída em uma atividade consciente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dicas de Livros Digitais

Livros.myht.org - Útimas Noticias